16 de julho de 2010

Deus Garimpeiro





O garimpeiro trabalha o dia inteiro, de sol a sol, incansavelmente...




Fica peneirando, até encontrar...




Encontrar em meio a tanto cascalho e pedras comuns, uma pedra preciosa! Um diamante!




Ele trabalha incansavelmente porque sabe que, mesmo se estiver cansado, quando encontra a preciosidade é tomado pela profunda alegria de finalmente tê-la, e isto compensa imensurávelmente todo trabalho empenhado.




É intrigante observar que o trabalho atribui certas habilidades aos profissionais, neste caso, o garimpeiro conhece tão bem a pedra preciosa que consegue encontra-lá mesmo se estiver misturada a outras, envolvida pelo lodo do mar, mesmo se for um diamante bruto, porque ele vê além das aparências, vê não somente aquilo que a pedra é, mas também o que ela pode ser se for bem lapidada... E se empenha em fazê-lo.




Mergulhando neste contexto e trazendo-o para Deus, podemos ver uma clara e real ligação. Deus o tempo todo trabalha incansavelmente para nos conquistar, se empenha ao máximo em nos encontrar nas vezes que dEle nos escondemos. Por que faz tudo isso? Porque sabe o quanto somos valiosos para ele.




O mais lindo é que o Senhor nos conhece tão bem a ponto de nos encontrar mesmo se estivermos envolvidos pelo "lodo" do mundo, pelo pecado e por tantas outras coisas que ofuscam o brilho e a beleza de Deus no ser humano. E quando nos deixamos ser encontrados por Ele, Seu coração se enche de profunda alegria por finalmente nos ter em Seu abraço.




Tudo isso porque o Senhor vê além das aparências, vê não somente aquilo que nós somos, mas também o que podemos ser formos bem lapidados... E esse próprio Deus se empenha em fazê-lo!




São coisas inexplicáveis do tão grande amor de Deus por nós!




É triste pensar que existem muitas "pedras preciosas" pelo mundo sendo desvalorizadas, escondidas no "lodo", sendo tratadas como pobres pedras comuns, e sendo julgadas por um preço muito baixo, simplesmente por não se deixarem encontrar por aquele que pode lapidá-las como nenhum outro.




Ou seja, existem muitas pessoas que se esqueceram do tão grande valor que tem aos olhos de Deus, e se esconderam em meio a tantas coisas que o mundo oferece. O pecado nos desvaloriza, mas Jesus pagou um preço muito alto por nós: seu precioso sangue, jorrado no madeiro; para nos devolver o valor e para que ninguém queira nos tratar como pedrinhas qualquer, pois o que na verdade somos é filhos amados e valiosos aos olhos de Deus Pai.




Se deixe encontrar, e ser lapidado por Deus, pois para Ele você sempre teve, e sempre terá um valor.






Texto de Bruna A. O. de Abreu






" A Alegria do Senhor é a nossa força!"

Um comentário:

beinalphbard disse...

Me emociono em ao ler este texto pois visualizei aqui todo o meu processo de lapidação nas mãos do garimpeiro que começou intensamente a pouco mais de 2 anos e continua, até chegar ao céu. IMENSO AMOR que me mostra a cada dia, que nascemos para amar e sermos amados intensamente, vivendo em abundancia, livres do todo o mal!