25 de novembro de 2009

Santos Anjos de Deus, defensores e amigos !

Quantas dificuldades para que os anjos nos guardem no caminho. Como não dizer que os desafios não vão chegar nem que nada vai nos acontecer? Isso não existe e não é por isso que eles [anjos] existem, mas sim, para guardar o nosso caminho para o lugar prometido de Deus.Que os anjos nos guiem pelo caminho, não retirando as coisas difíceis, mas para irmos ao lugar a nós preparado por Deus: o céu. Isso também não significa que devamos aceitar ajuda de qualquer “anjo”. Hoje há revistas sobre muitos anjos, mas não é desse tipo de “anjo” que estamos falando (anjos em forma de menino com asas, os quais flecham alguém para o amor). Como não havia como explicar o amor, então criaram o cupido para encher as pessoas de sentimentos. Mas os cupidos não são os santos anjos. Há também os anjos malvados que “ficam nos nossos ouvidos” e até o anjo da morte. Enfim, surgiu uma infinidade de anjos pelo mundo, mas não os santos anjos.

Os santos anjos foram criados para nos guiar para o céu. Existem os anjos enviados por Deus e há também os que combatem a nosso favor. Assim como o Senhor nos fala: o anjo que habita sobre a proteção do Altíssimo. Eles são os “carteiros divinos”, os que trazem uma mensagem que não é deles, mas do Senhor.

Arcanjo Miguel tem autoridade e é conhecido pela Palavra: “Quem como Deus”. Ele guardará com a própria proteção da Palavra. “Mas se diligentemente ouvires a sua voz, e fizeres tudo o que eu disser, então serei inimigo dos teus inimigos, e adversário dos teus adversários” (Êxodo 23, 22). Quantas vezes cometemos o erro de tentar resolver nós mesmos as coisas. A Palavra nos convida a dar atenção à proteção que Deus nos deu. Como a proteção divina (e o nosso inimigo, que não são pessoas, mas realidades espalhadas pelo ar, porque é o único inimigo que temos), os anjos colocam Deus entre nós e eles.

Quantas vezes chamamos as pessoas que são nossas amigas com a palavra “anjo”, não é assim? Quando digo que alguém é um anjo é porque é uma boa pessoa e uma boa amiga, alguém que me ajuda a crescer. É isso: a amizade que temos tem de transformar diversos caminhos da vida. Não seja mole demais, pois a vida não facilitará as coisas! Um dos frutos do Espírito Santo é a paciência, porque as coisas não são fáceis.

Os anjos são aqueles que contemplam Deus face a face. Contemplam-No porque a partir da contemplação aprendem a louvar. Eles lutam com a ação de graças ao Todo-poderoso, essa é a arma deles. Quando nos colocamos diante de alguém maravilhoso, dizemos que estamos “com o queixo caído”, e naturalmente soltamos uma palavra de admiração e de louvor. Imaginem a face de Deus?

Fomos criados para o serviço dos homens e para adorar ao Senhor. Os anjos, ao verem ao Altíssimo, vivem o louvor e a adoração sem fim. É algo muito poderoso, e podemos fazer o mesmo; e fazendo isso, expulsamos os que não querem contemplá-Lo. Fomos criados para o serviço dos homens e para adorar a Deus. Os anjos decaídos se aproveitam de nossa fraqueza para nos derrubar; – e nós que não somos resistentes – precisamos do auxílio desses seres enviados por Deus.

O Senhor nos apresenta a criança como modelo, como a maior no Reino do Céu, pois essa santa inocência é que nos leva ao céu. Do desejo de depender somente do Todo-poderoso, assim como as crianças dependem dos pais, esse é o desejo do Senhor. Quando dependemos de alguém que é capaz de realizar o que promete, então, ficamos tranquilos. E quem não quer depender do Senhor entra no desespero.

Sabemos que dependemos do Senhor, mas não tem como saber do tempo de Deus. Quantas vezes temos nossas vontades e nosso próprio tempo? Mas, sem reconhecer a dependência do Senhor, nós nos revoltamos e nos desesperamos. Nesses momentos, os anjos que disseram “sim” a Deus vêm em nosso auxílio.

Ainda dá tempo de voltar atrás e de recomeçar. Não se entregue! A resposta de Deus: “Porque o meu anjo irá adiante de ti, e te levará aos amorreus, e aos heteus, e aos perizeus, e aos cananeus, heveus e jebuseus; e eu os destruirei” (Êxodo 23,23). Quando acaba a nossa força, o Senhor nos dá a ajuda necessária por intermédio desses seres celestes. Mas é preciso confiar. Tenha fé e olhe que a vida não acabou e estamos caminhando.

Quantas vezes encontramos, nas Sagradas Escrituras, os anjos que vêm em nosso auxílio, como, por exemplo, ao soltarem Pedro e Paulo, pois estão presentes o tempo todo. E como no Salmo 90, 1: “Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.”

Não tenha medo!

Catequese dada pelo Padre Xavier, Comunidade Canção Nova.

" A alegria do Senhor é a nossa força! "

3 comentários:

super teco disse...

É bom saber que temos siim, defensores e amigos espirituais, não como o mundo mostra, cupido, anjo da morte, do amor, anjo do signo, não, mas anjos que Deus colocou em nossas vidas pra guardar nosso lugar no Céu...
sabe, uma prefiguração desses anjos, são o que chamamos de amigos, aqueles q são fiéis de verdade, nos ajuda a ser melhores. Assim são os anjos espirituais !!!
Obrigado aos meus anjos e aos meus anjos-amigos!!!

João B Junior "Juninho" disse...

Obrigado Senhor por nos dar anjos para auxiliar a nossa caminhada rumo ao céu.
Toda a juventude pode sim clamar a proteção dos anjos de Deus, sem medo algum e sem nenhuma vergonha disso.
"Manda seus anjos!!!"
A alegria do Senhor é a nossa força!!!
Paz e bem!

Yassmin Gonçalves disse...

É muito bom saber que em todo decorrer dos nossos dias o Senhor envia anjos para nos guardar, para nos defender no combate!!

PAZ E BEM